sábado, 7 de julho de 2012

O FOGO DE CHÃO ETERNO - SÃO SEPÉ



Fogo de Chão

Na Fazenda Boqueirão, em São Sepé, o fogo de chão é mantido aceso desde o início do século XIX - há mais de 200 anos, portanto. Ao redor desse fogo, os gaúchos que lidavam com o gado se aconchegavam contra o frio, passavam o chimarrão de mão em mão e tomavam decisões. A família Simões Pires, agora na sexta geração, mantém esse fogo de chão permanentemente aceso, alimentado por toras de madeira de lei chamadas guarda-fogo. Localizada no hoje distrito de Vila Block, a propriedade rural de São Sepé é o centro de romarias nativistas e tradicionalistas para cultuar essa chama que não se apaga.



Um comentário:

  1. Che!
    É de ficar cada vez mais orgulhoso de ser Gaúcho.
    Nossas tradições e história, coisa ímpar no Brasil, não pode morrer, e não podemos deixar que o modismo e a anti cultura de outras plagas tomem conta de nosso povo.
    Busco sempre enaltecer a meus filhos e neto a nossa cultura, pois cada um é responsável pela permanência do que é tradição, e um povo sem tradição e sem cultura não se firma como Nação.
    Que o Fogo Eterno nunca deixe de clarear os caminhos dos Gaúchos e sempre aqueça seus corações.
    Um grande e respeitoso abraço.

    ResponderExcluir

TCHÊ, DEIXE UM COMENTÁRIO PARA MINHA QUERÊNCIA